Como pode o storytelling aumentar as suas vendas


O storytelling é a arte de saber passar uma mensagem através de uma história envolvente. Ao humanizar a marca, cria um relacionamento mais próximo entre esta e o seu público-alvo. Descubra as vantagens de usar storytelling na sua estratégia de marketing digital e como isso poderá ajudar a aumentar as suas vendas.

Storytelling: o que é?

Simplificando ao máximo, o storytelling é a forma subtil de vender um produto ou serviço através de uma apaixonante e comovente história. De uma forma mais elaborada, podemos dizer que o storytelling consiste no conjunto de técnicas narrativas aplicadas ao desenvolvimento de conteúdos emotivos e envolventes, em torno de um produto, com a intenção de lhe agregar mais valor, bem como à marca.

Ao despertar emoções que transcendem as características do produto ou serviço, o storytelling procura criar conexões com o público-alvo. As histórias comportam uma mensagem ou moral subentendidas, que prendem a atenção do potencial cliente, estabelecendo um vínculo entre este e a marca, e impelindo à compra, em última instância.

O intuito é criar uma ligação com as pessoas, apelando às suas emoções, com o objetivo final de vender.

A Coca-Cola é um excelente exemplo de como aplicar storytelling às vendas. Como um contador de histórias de excelência que é, a Coca-Cola fala dos valores da marca e tenta despertar diversos sentimentos dos consumidores através de narrativas que falam de amor, amizade, união e família, deixando a bebida em segundo plano. A Coca-Cola não vende um refrigerante, “vende felicidade”.

Destacam-se, então, algumas funções do storytelling:

  • Autopromoção: vender o seu conceito e a sua imagem de forma eficaz;

  • Memória: transformar o histórico da empresa em história e, assim, eternizar a sua presença;

  • Brand belief: tornar os funcionários em embaixadores da marca, atuando como defensores da mesma;

  • Entretenimento:  tem a função de entreter, enquanto educa o consumidor;

  • Brand Awareness: permite lançar um novo produto ou serviço já com um nível alto de brand awareness de base;

  • Branding: agregar valor à marca destacando os benefícios;

  • Share of heart: aproximar-se da audiência ao estabelecer vínculos emocionais.

Como pode o storytelling aumentar as suas vendas?

Despertar emoções é algo muito poderoso. Além de contribuir para a fidelização, criar uma história autêntica é uma ótima forma de poder tornar a sua mensagem viral. E esse é o método mais barato e popular de fazer o seu negócio chegar mais longe e, eventualmente, aumentar as vendas.

Entre todas as vantagens de utilizar storytelling na sua estratégia de marketing digital, destacamos as 7 abaixo. 

  • As histórias produzem neuroassociações: todas as memórias associadas a emoções fortes têm mais hipóteses de serem lembradas no futuro, por isso, use este aspeto a seu favor e conte histórias que despertem sensações positivas nos consumidores. 

  • O storytelling gera empatia: contar uma história, enquanto apela ao lado emocional, é uma maneira de mostrar ao cliente que entende as “dores” dele. Ao identificar-se com a personagem, o cliente, deixa-se envolver pelo enredo, como que teletransportado para o cenário, prestando mais atenção ao que se desenrola.

  • As emoções humanizam a marca: a maioria das marcas têm relações apenas de compra e venda com os seus consumidores. No entanto, cada vez mais, as pessoas procuram marcas que demonstram sentimentos, desejos, expectativas e, até, as suas falhas ao longo do percurso. 

  • Boas narrativas promovem engagement com o negócio: se a sua história for poderosa o suficiente para estabelecer uma conexão com os utilizadores, estes serão promotores da marca, através da divulgação do conteúdo. Não existe uma fórmula mágica, mas conte algo que acredita que tem o potencial de se tornar viral e deixe o resto acontecer. Tão ou mais prazeroso do que ouvir uma boa história, é contá-la (ou partilhá-la).

  • Contribui para o estabelecimento de valor: uma marca pode agregar valor ao seu produto através da história. Afinal, as histórias são apaixonantes, e as pessoas são influenciadas pelas emoções na hora de efetuar uma compra.

  • As histórias são perenes: as histórias podem ser eternas. Sempre que são contadas mantêm-se vivas e são difundidas por todos pelos mais diversos meios (e, a cada dia que passa, os meios de difusão aumentam). Não se esqueça que uma boa história pode durar anos!

  • Storytelling como forma de conhecimento e contextualização: as histórias contribuem para que as pessoas tenham conhecimento de algo, de forma mais rápida e satisfatória, e isso inclui uma marca, os seus produtos ou serviços. Além disso, mensagens contextualizadas tendem a ter menos resistência por parte do público-alvo.

A Jornada do Herói: a fórmula de sucesso do storytelling

O ser humano é movido por emoções, que vão além da sua racionalidade. Por isso é que adora ouvir relatos daqueles que enfrentam desafios e os ultrapassam, comovendo-se com a história do "herói".

Entre as fórmulas mais conhecidas para se aplicar ao storytelling, está a Jornada do Herói, apresentada por Joseph Campbell no livro “O Herói de Mil Faces”. Este padrão narrativo, utilizado nos livros e em filmes de uma forma bastante incisiva, segue a premissa de que é colocado um problema à personagem principal (e herói desta história), que tem de passar por algumas dificuldades e contratempos até encontrar a solução, culminando num final feliz, que serve de exemplo para inspirar outras pessoas.

Então, é esta a fórmula secreta que deve aplicar à sua estratégia de vendas, para que a história tenha o impacto esperado.

4 Dicas para um bom storytelling

Para o ajudar a construir o storytelling ideal para o seu processo de vendas, trazemos-lhe de seguida algumas dicas:

1. Mantenha uma estrutura direta e simples

Uma história tem sempre introdução, desenvolvimento e conclusão, e deve seguir um guião básico, direto e fácil de compreender.

2. Siga a Jornada do Herói

Isto é, defina a personagem principal, o desafio que enfrenta e a solução. Conte uma história que se aproxime da realidade do seu público-alvo (para isso necessita conhecê-lo bem), de modo a que se identifique emocionalmente.

3. Deixe uma reflexão

Para além de se identificar com a história, o consumidor deverá tirar uma lição da narrativa, lição essa que inspire e motive

4. Capte a atenção do público-alvo

Por mais interessante que seja a história, se for demasiado longa poderá cansar as pessoas e desviar a atenção da mensagem que está a ser transmitida. Coloque-se no lugar dos seus potenciais clientes e conte uma história que seja cativante, com uma linguagem simples e familiar. Descomplique e evite distrações que possam desviar a atenção do seu produto ou serviço.

A história do InvoiceXpress

Se não conhecia esta tática, com este artigo consegue concluir a importância e simplicidade em integrar o storytelling no seu plano de marketing digital, como parte fundamental de uma estratégia de vendas.

E, por falar em storytelling, sabia que o InvoiceXpress nasceu em 2010, pelas mãos da RUPEAL, quando Rui Pedro Alves se deparou com a necessidade de emitir faturas e percebeu que o mercado dos softwares de faturação estava repleto de soluções complicadas, dispendiosas, e com inúmeras funções que, para além de não ajudarem, atrapalhavam?

Da necessidade de ter um programa de faturação de fácil utilização, sem licenças nem complicações, nasceu o InvoiceXpress, que conta hoje com mais de 20 000 clientes. Experimente já durante 30 dias grátis, sem qualquer compromisso ou fidelização, o programa de faturação que simplifica o que deveria ser simples: a sua faturação.


Magda Santos

Entusiasta do Marketing Digital e apaixonada pela escrita, por livros e viagens. A Magda espera um dia dar a volta ao mundo com a sua filha.

blog comments powered by Disqus



Fale connosco!

Somos uma equipa dedicada a responder a todas as suas questões de forma rápida e eficaz.

Acreditamos que o suporte é a nossa melhor funcionalidade.

Ponha-nos à prova!