Growth Hacking: estratégias inovadoras para alcançar um crescimento exponencial


O growth hacking é uma abordagem disruptiva que serve para angariar e reter clientes, aumentar a visibilidade da marca e alcançar um crescimento rápido. Saiba mais.

O que é growth hacking?

O growth hacking é uma abordagem inovadora, que transcende as estratégias convencionais de marketing, e que tem como objetivo o crescimento acelerado de uma empresa. Geralmente, são usadas táticas criativas e de baixo custo, de forma a que as empresas consigam aumentar a sua base de clientes.

Assenta na profunda análise de dados e na compreensão do comportamento do público, e requer atualizações constantes nos produtos, de forma a assegurar que estes permanecem alinhados com as necessidades da audiência.

Diferente dos métodos tradicionais de marketing, o growth hacking procura soluções inovadoras em todas as etapas da jornada do cliente, através da implementação constante de táticas experimentais e da adoção de novas estratégias, conforme as oportunidades vão surgindo.

No fundo, growth hacking é sobre observar as tendências, acompanhar o mercado em constante mudança, identificar potenciais investidores e entender onde o produto ou serviço é mais valioso.

O funil de growth hacking

O funil de growth hacking, criado por Dave McClure, é extremamente versátil e pode ser aplicado a praticamente qualquer tipo de empresa, independentemente do setor ou dos desafios que enfrente.

Este funil permite analisar a situação completa da empresa, desde a aquisição até à retenção do cliente. E tal como o funil de marketing, mapeia as várias fases pelas quais um consumidor passa.

As cinco etapas do funil de growth hacking são:

  1. Aquisição: o primeiro aspeto a analisar é como as pessoas conhecem a sua marca, produto ou serviço. O objetivo é pensar em novas formas de apresentar a sua empresa e atrair mais clientes.

  2. Ativação: o utilizador realizou alguma ação no seu site, como o preenchimento de um formulário ou o download de um lead magnet, ou tem voltado à plataforma com alguma frequência? Excelente. Significa que já está na fase de ativação. É só continuar a entregar uma boa experiência, para que estes consumidores evoluam para clientes.

  3. Retenção: é provavelmente a etapa mais difícil, mas altamente importante, pois o custo de angariar um novo cliente é bastante superior ao custo de manter um já existente. Após ter conseguido atrair os clientes para o seu negócio, é hora de zelar pela sua satisfação. E isso passa por descobrir qual o método que melhor funciona para a sua marca. Enviar alertas regulares por email sobre novos produtos ou eventos, fazer vendas por tempo limitado a preços especiais e criar programas de fidelização são algumas das opções.

  4. Referência: clientes satisfeitos tornam-se embaixadores do negócio e trazem, de forma espontânea,novos leads. Algumas ideias para esta etapa passam por criar um programa de marketing de referência, com vantagens para quem divulga e para quem se inscreve, ou desenvolver concursos e desafios nas redes sociais, de forma a motivar os clientes a falarem da sua marca.

  5. Receita: esta etapa diz respeito à análise final de tudo o que foi feito e serve para verificar o lucro após extrair todos os custos de aquisição de clientes (CAC). Só assim é possível medir o crescimento da empresa. Pode, ainda, comparar o CAC com o lifetime value (LTV) do cliente, de forma a determinar o que precisa de ser otimizado para aumentar a receita.

O propósito primordial do funil de growth hacking é garantir que cada fase é meticulosamente planeada e estruturada, e assegurar que cada lead ou cliente progride para as etapas seguintes com uma perceção positiva da marca. E, ao abordar cada etapa do funil de forma abrangente, o growth hacker consegue identificar onde estão as maiores oportunidades de aumentar a receita.

Growth hacking vs Marketing

Ambas as estratégias são de extrema importância e caminham lado a lado. No entanto, enquanto os profissionais de marketing focam-se mais nas táticas com o produto já pronto, os growth hackers procuram o crescimento da empresa ao longo de todo o processo, através da avaliação de cada etapa e implementação de melhorias.

Para pequenas empresas e startups que se focam em inovação e necessitam de um crescimento rápido, o growth hacking é a estratégia mais acertada.

Como funciona o growth hacking

O growth hacking é uma abordagem altamente estratégica, que opera com base em princípios que trabalham em sinergia para impulsionar o crescimento de forma inovadora e eficaz. São eles:

  • Definir objetivos

É importante começar pela compreensão clara dos seus objetivos. Isso inclui identificar os problemas a resolver e os resultados que deseja alcançar. Ter clareza quanto aos objetivos ajuda a garantir que as estratégias estão alinhadas com as metas de negócios e que os resultados são significativos e relevantes.

  • Pensar fora da caixa 

O growth hacking consiste em encontrar soluções não convencionais para expandir um negócio. Por isso, a chave para o sucesso é pensar de forma inovadora e apresentar ideias únicas. Isto requer uma mentalidade criativa e disposição para assumir riscos.

O Dropbox lançou um dos programas de marketing de referência mais bem-sucedidos de todos os tempos e alcançou um crescimento de 3.900% em apenas 15 meses. Como?

O Dropbox ofereceu aos novos utilizadores mais espaço de armazenamento para referências bem-sucedidas. Ou seja, integrou a referenciação no processo de subscrição dos seus serviços, mudou a promessa para “Consiga mais espaço de armazenamento” ao invés de “Convide os seus amigos” e beneficiou quem indicava e quem era indicado. Com esta abordagem disruptiva, conseguiu causar impacto e alcançar um crescimento exponencial. 

  • Basear-se em dados

Os dados são a força motriz do growth hacking. São recolhidas todas as informações possíveis, desde o comportamento do utilizador até campanhas de marketing. Essas informações são imediatamente utilizadas para tomar decisões informadas e para otimizar estratégias ou delinear novas.

  • Testar, testar, testar

Os profissionais dedicados ao growth hacking não têm receio de experimentar ideias nunca antes usadas e estão sempre à procura de novas formas de testar e melhorar as suas estratégias. Os testes permitem que se determine quais as hipóteses mais eficazes e com interesse para serem escaladas. Os erros são vistos como uma oportunidade de aprender e melhorar.

  • Orientados para resultados

Os profissionais de growth hacking (growth hackers) focam-se em alcançar resultados específicos, como aumentar a aquisição de utilizadores, por exemplo. E medem o sucesso das estratégias pelo impacto que estas têm nos negócios e não pelo número de atividades realizadas. Os growth hackers não têm medo de agir de forma rápida e decisiva, e sabem que é essencial executar as ideias em tempo útil.

Numa altura em que não havia segurança relativamente a pagamentos online e investir em publicidade era muito caro, a PayPal percebeu que a maneira mais fácil de tornar o seu crescimento orgânico viral seria através de um programa de referenciação. Os bónus de 20 dólares eram atribuídos quer a quem referenciava, quer a quem se inscrevia. Com isso, o PayPal obteve um crescimento diário de 7 a 10%, catapultando a sua base de utilizadores para mais de 100 milhões de membros.

  • Não ter medo de falhar

O sucesso não é sempre garantido e fracassar faz parte do processo. Em cada experiência fracassada há oportunidade de aprendizagem e crescimento. O importante é estar disposto a arriscar novamente.

Benefícios do growth hacking

Para negócios que procuram formas de aprimorar a eficiência do seu crescimento e reduzir os custos operacionais, investir em práticas inovadoras pode ser uma escolha mais vantajosa.

Isto é particularmente importante para startups, que muitas vezes têm recursos limitados para dedicar a marketing. Então, precisam de criar abordagens criativas e económicas para manter uma vantagem competitiva e acelerar o crescimento.

Enumeramos alguns dos benefícios do growth hacking.

  1. Ao concentrar-se em táticas criativas e baseadas em dados, o growth hacking torna-se mais eficiente, alcançando resultados sólidos com menos recursos financeiros.

  2. Os growth hackers realizam testes frequentes e de curta duração, que permitem uma identificação mais célere do que funciona e do que não funciona.

  3. O estudo do comportamento do público é de grande importância para o desenvolvimento de estratégias direcionadas e eficazes de growth hacking. Com base nas informações sobre a audiência, é possível dar respostas adaptadas às necessidades individuais dos clientes.

  4. A abordagem criativa e adaptativa do growth hacking impele à procura incessante de soluções arrojadas e inovadoras para desafios específicos.

  5. O funil de growth hacking ajuda a converter visitantes em clientes ativos de maneira mais eficiente.

  6. O  foco em testes contínuos facilita o caminho às empresas, que conseguem aproveitar as oportunidades à medida que estas surgem.

  7. Com base nos resultados das experiências, as estratégias podem ser ajustadas e otimizadas mais rapidamente.

  8. O growth hacking tem como objetivo criar uma relação mais estreita entre a marca e os clientes, levando à sua fidelização.

  9. Ao explorar táticas não convencionais, é possível que as empresas se destaquem e ganhem uma vantagem competitiva única no mercado.

  10. Ao otimizar continuamente as estratégias com base em feedback e análises de dados, as empresas conseguem organizarem-se para alcançar um crescimento sustentável ao longo do tempo.



Ter um programa de faturação online que simplifique e agilize o processo de gestão financeira, pode desempenhar um papel importante no processo de growth hacking, especialmente para empresas que oferecem produtos ou serviços baseados em assinatura ou vendas recorrentes.

O InvoiceXpress é um software de faturação online abrangente, que permite aos utilizadores criar faturas, orçamentos, notas de crédito e outros documentos financeiros de forma rápida e eficiente.

A plataforma do InvoiceXpress facilita a personalização de modelos de documentos, permite a gestão de clientes e produtos, e oferece funcionalidades como multi-moeda, gestão de despesas e relatórios financeiros. Tudo para simplificar e automatizar a faturação do seu negócio.

Vai deixar escapar a oportunidade de incluir o programa de faturação online mais intuitivo na sua abordagem de growth hacking?


Magda Santos

Profissional de Marketing Digital com foco em SEO, apaixonada por viagens, escrita, livros e fotografia. Navega pelo universo digital, enquanto explora diferentes lugares do mundo. O melhor capítulo da sua jornada de vida é o que se vai desenrolando ao lado da filha.

blog comments powered by Disqus




Fale connosco!

Somos uma equipa dedicada a responder a todas as suas questões de forma rápida e eficaz.

Acreditamos que o suporte é a nossa melhor funcionalidade.

Ponha-nos à prova!