Conteúdo que Vende: Use o Funil de Vendas nas Suas Redes Sociais


Vamos explorar o poder do funil de vendas nas redes sociais. Um mergulho profundo no marketing de conteúdo para vendas, com estratégias para cada estágio do funil de vendas.

No mundo inteiro, empreendedores e donos de negócios procuram estratégias para aumentar as suas vendas online e, tanto negócios físicos como digitais, têm encontrado nas redes sociais uma fonte importante de receita.

No entanto, sabemos que navegar no universo das redes sociais pode ser desafiador. Os algoritmos em evolução, a concorrência feroz, a dispersa atenção do público são difíceis de contornar, mas como resposta a esses desafios, o funil de vendas surge como uma solução poderosa

Não se trata de criar conteúdo para as redes sociais por criar, mas de direcionar o conteúdo de forma estratégica para impulsionar as vendas online. Desde a consciencialização até à decisão de compra, cada conteúdo deve ser moldado para orientar a sua audiência ao longo do funil. 

Ao longo deste artigo, vamos explorar não apenas os conceitos, mas mostrar como pode integrar, de forma prática, o funil de vendas na sua estratégia de redes sociais. Vamos dissecar cada estágio do funil, cada ponto de contacto nas redes sociais e entender como atrair, nutrir e converter leads em clientes.

Uma primeira visão do funil de vendas

Antes de passarmos às estratégias específicas para redes sociais, é crucial compreender o que é um funil de vendas. Se ainda não está familiarizado com o conceito e a sua importância, recomendamos a leitura do artigo A importância do funil de vendas para qualquer negócio online.

Pode imaginar o funil de vendas como um caminho que os seus potenciais clientes percorrem, desde o primeiro contacto com a sua marca até a conversão final, ou seja, a venda. Costumamos dividir este funil em 3 fases ou estágios: topo, meio e fundo do funil.

Topo do Funil (ToFu): Atração e Consciencialização

Como o topo de um funil literal que é mais largo em relação ao restante, este também é o estágio onde mais pessoas estão. No topo do funil encontram-se as pessoas com conhecimento limitado ou nulo sobre a sua marca. Por isso é que chamamos a esta fase de atração ou consciencialização porque é o momento de atrair novas pessoas e dar a conhecer a marca. 

Meio do Funil (MoFu): Interesse e Consideração 

À medida que os potenciais clientes avançam para o meio do funil, o seu interesse cresce e começam a considerar opções. Por isso, no meio do funil, o foco deverá ser nutrir o interesse gerado. O conteúdo desta fase deve aprofundar a conexão com o cliente por fornecer informações mais detalhadas sobre a marca e o produto. 

Fundo do Funil (BoFu): Decisão e Conversão

No fundo do funil, as leads já estão prontas para tomar decisões informadas. Nesta fase, o conhecimento da marca aprofunda-se e ganhar a confiança do cliente é essencial. Direcionamos o conteúdo para vendas, no sentido em que já deve ser mais persuasivo para levar o potencial cliente à compra.

Como implementar o Funil de Vendas nas Redes Sociais 

Agora que já entendemos melhor cada fase do funil, como podemos implementá-lo nas redes sociais? Vemos que a maioria dos negócios enche as suas redes sociais de conteúdo de fundo de funil, conteúdo para vendas.

No entanto, no funil de vendas tradicional costumam colocar as redes sociais na fase de atração, mais no topo do funil. Qual será a melhor abordagem?

Numa estratégia completa de marketing de conteúdo, poderá fazer sentido focar em conteúdo de topo de funil nestas plataformas. No entanto, na maioria das redes sociais podemos explorar todos os estágios do funil, aproveitando assim ao máximo o seu potencial. 

Cada estágio merece a sua devida atenção, mas o funil de vendas permite uma abordagem flexível e estratégica. Pode ajustar as táticas consoante as necessidades específicas do seu negócio, no momento. Se está a iniciar a sua marca, um foco maior em conteúdo de topo de funil pode fazer a diferença para atrair um público mais amplo.

Contudo, se já possui um bom número de seguidores, mas as vendas online não acompanham, pode ser falta de conteúdo de fundo de funil, que direciona para a conversão/venda. No marketing de conteúdo e no mundo das redes sociais, a adaptabilidade é a chave do sucesso.

Prometemos que íamos passar do conceito à prática e é exatamente isso que vamos explorar agora. Que tipo de conteúdos deve fazer para cada fase do funil? 

Conteúdo de Topo de Funil

Como mencionamos, o conteúdo de topo de funil é para atrair novas pessoas. A estratégia de conteúdo pode passar por explorar dores que, muitas vezes, as pessoas nem sabiam que tinham. Este é o momento de educar os seus potenciais clientes sobre a sua área e mostrar soluções para os seus problemas, sem falar diretamente do seu produto, serviço ou marca. Seja provocador e desperte a curiosidade.

Conteúdo educacional e de entretenimento são os mais poderosos nesta fase. O TikTok é recheado deste tipo de conteúdo, já que vídeos curtos são uma excelente forma de chamar a atenção. No Instagram, devemos apostar neste tipo de conteúdo especialmente no Feed, ou seja, em Reels ou carrosséis porque são os formatos que mais permitem alcançar pessoas novas.

Conteúdo de Meio do Funil

Depois de atrair pessoas novas, chegou o momento de nutrir o seu interesse. O conteúdo nesta fase deve aprofundar a conexão com o cliente. Pode continuar a explorar as dores dos seus potenciais clientes, mas forneça informações mais detalhadas

Organize lives com temas da sua área de atuação, inclua fotografias e vídeos dos bastidores da sua empresa nas histórias que mostram a sua autoridade na área e como a sua marca pode aliviar as suas dores.

Uma boa ideia poderá ser criar quizzes e caixas de perguntas no Instagram para envolver o seu público e ainda poderá recolher informações valiosas sobre o seu comportamento. Esta fase é especialmente interessante no Youtube, com vídeos mais longos que aprofundam os tópicos relevantes do seu setor.

Conteúdo de Fundo de Funil

Por fim, chegamos ao fundo do funil, onde a ênfase está na conversão. Foque-se em conteúdo para vendas, altamente persuasivo, para ajudar os potenciais clientes a tomar decisões informadas

Demonstrações dos produtos ou serviços, depoimentos dos clientes e ofertas especiais são alguns exemplos de conteúdos para vendas. Incentive os seguidores a enviarem mensagens diretas ou a responder a histórias para conseguir um contacto mais direto com eles. Pode utilizar este método para fornecer ofertas exclusivas, o que vai estimular a conversão.

Do Funil às Vendas e à Faturação Online

Ao integrar um funil de vendas nas suas estratégias de marketing de conteúdo para redes sociais, vai estar a contribuir para uma jornada do consumidor mais envolvente. Desde a consciencialização até à conversão, cada fase do funil deve ser explorada para alcançar o objetivo final: gerar vendas online.

Aplique estas estratégias, ajuste a tática consoante as necessidades do seu negócio e vai descobrir como o funil de vendas transforma as redes sociais em máquinas de vendas.

Outra dica valiosa para melhorar todo o seu processo de venda online é a utilização de um programa de faturação online, como o InvoiceXpress, que lhe permite automatizar a sua faturação através de dezenas de integrações disponíveis ou da nossa eficaz API.

Ainda não conhece o InvoiceXpress? Pode experimentar o nosso software de faturação durante 30 dias grátis, aqui.


Mafalda Vasconcelos

Formada em Turismo, mas o digital e as redes sociais tornaram-se uma grande parte da sua vida. Tem sempre um sorriso para dar e sabe todas as letras das músicas que passam na rádio.

blog comments powered by Disqus




Fale connosco!

Somos uma equipa dedicada a responder a todas as suas questões de forma rápida e eficaz.

Acreditamos que o suporte é a nossa melhor funcionalidade.

Ponha-nos à prova!