7 dicas para tornar o seu negócio mais sustentável e ecológico


O tema da sustentabilidade tem vindo a ganhar cada vez mais destaque e são cada vez mais os consumidores que preferem comprar de empresas que adotem práticas sustentáveis. Ter um negócio sustentável que proteja o ambiente está ao alcance de todos os empreendedores e estas dicas práticas são a prova disso.

Tornar o seu negócio mais sustentável e ecológico vai para além das questões ambientais e não é uma responsabilidade exclusiva de negócios que vendam produtos diretamente aos consumidores.

O conceito de sustentabilidade também pode (e deve) ser aplicado a todas as operações das empresas de forma a que estas adotem práticas que visem proteger o ambiente. Um bom planeamento ambiental não só irá contribuir para o combate às alterações climáticas, como também fortalecerá a posição e imagem da sua empresa no mercado.

Segundo um estudo feito em 2020 pela Oney Bank Portugal, 96% dos portugueses inquiridos querem que as empresas adotem práticas mais sustentáveis. Isto significa que, se o seu negócio começar a ser reconhecido pelas suas práticas sustentáveis, poderá atrair novos clientes e até parcerias.

A política dos 4 R's

Foi na Conferência da Terra, realizada no Rio de Janeiro de 1992 que surgiu a política dos 3 R’s que consiste nos atos de Reduzir, Reutilizar e Reciclar o lixo produzido. Mais tarde, foi acrescentado um quarto R para Reaproveitar.

Esta política tem como objetivo motivar os consumidores a reverem o seu dia a dia e identificar que atitudes podem adotar para terem um estilo de vida mais sustentável. Estes consumidores podem tanto ser particulares como também podem ser empresas. Assim, segundo a política dos 4 R’s, para tornar o seu negócio mais sustentável deve:

  • Reduzir: evitar o consumo de produtos desnecessários ou que não sejam reutilizáveis ou recicláveis de forma a reduzir os resíduos produzidos. Além disso, também é importante reduzir consumos desnecessários e excessivos de água, luz e gás. Nas empresas isto pode ser feito através da adoção de novos processos e tecnologias mais eficientes e menos poluentes que não comprometam a qualidade do seu produto final;

  • Reutilizar: em vez de descartar um produto após uma única utilização, procure utilizá-lo novamente para o mesmo fim;

  • Reciclar: este processo é mais comum com materiais de vidro, papel ou cartão e plástico ou metal mas também pode ser aplicado a outros materiais. Reciclar implica transformar os produtos já utilizados, noutros, para que lhes possa ser dada uma nova utilização;

  • Reaproveitar: o que não é útil para uma empresa, pode ser útil para outra. Por isso, antes de descartar um produto, pense em doá-lo ou vendê-lo, já que poderá haver outra empresa que tenha forma de o reutilizar. Outro processo que permite o reaproveitamento é a reparação de materiais danificados. Este processo permite a sua recuperação para condições mínimas que permitam a sua reutilização.

7 dicas para tornar o seu negócio mais ecológico

Tal como foi referido anteriormente, tornar um negócio mais sustentável e ecológico está ao alcance de qualquer empreendedor, independentemente do tamanho do negócio que gere.

E, se não sabe por onde começar, damos-lhe algumas sugestões que poderão fazer uma grande diferença no seu impacto ambiental e trazer um retorno positivo para a sua empresa.

1. Reduzir o consumo de água

Antes de começar a reduzir o consumo de água, comece por instalar um sistema de medição em tempo real. Isto irá permitir-lhe medir o impacto de todas as medidas implementadas e detetar gastos exagerados.

Algumas das medidas que o ajudarão a reduzir o consumo de água na sua empresa são:

  • Instalar redutores do fluxo de água nas torneiras e autoclismos;

  • Usar arejadores ao instalar peneiras nas saídas de água;

  • Instalar torneiras temporizadas nos lavatórios.

Todas estas medidas deverão ser acompanhadas de revisões periódicas das instalações hidráulicas para prevenir eventuais fugas que resultarão num desperdício de água.

2. Fazer compras mais sustentáveis para o negócio

Tornar um negócio mais sustentável passa muito, também, por fazer compras sustentáveis. Estas compras podem ser para material de escritório, produtos que serão posteriormente transformados ou até pormenores mais corriqueiros como a fruta para a copa.

Para tornar o seu negócio mais sustentável, prefira comprar produtos:

  • De produção local ou regional;

  • Sem químicos;

  • Com elevada durabilidade;

  • Reciclados ou reutilizáveis;

  • Cuja produção ou transporte resulte numa baixa emissão de gases de efeito de estufa;

  • Com mais do que uma função;

  • Que sejam vendidos em grandes quantidades;

  • Provenientes de organizações sociais, agricultura biológica e de empresas que também possuam práticas sustentáveis.

3. Promover uma boa qualidade do ar no escritório

A qualidade do ar no escritório é imprescindível para prevenir problemas de saúde nos colaboradores e promover um espaço de trabalho agradável. Algumas das medidas que pode adotar são:

  • Colocar plantas no escritório que, para além de ajudarem a renovar e purificar o ar, também acabam por tornar o espaço mais agradável e convidativo;

  • Evitar o uso de carpetes e tapetes que podem acumular pó, ácaros e outros microrganismos potencialmente prejudiciais para a saúde;

  • Evitar o uso de sprays com aerossóis e produtos com substâncias voláteis;

  • Arejar os escritórios diariamente.

4. Redução e gestão de resíduos

No que toca aos resíduos é importante, antes de mais, implementar medidas que permitam a redução da sua produção. Assim, algumas das medidas que visam reduzir a produção de lixo são:

  • Incentivar e privilegiar o uso e partilha de documento em formato digital;

  • Evitar imprimir e, sempre que o tiver de fazer, usar os dois lados das folhas;

  • Reutilizar o papel antes de o deitar fora, usando-o antes como folha de rascunho;

  • Reciclar todo o papel, bem como os tinteiros vazios;

  • Optar por cartões digitais em vez de cartões de visita em papel;

  • Evitar o uso de material descartável na hora das refeições;

  • Promover o uso de garrafas de água reutilizáveis, acabando com o uso de copos descartáveis.

De todos os materiais mencionados anteriormente, o papel é aquele que as empresas mais consomem e uma das medidas mais eficazes para a redução do seu uso é a adoção de sistemas de documentação eletrónica.

Para além de reduzir o consumo de papel, estes sistemas também permitem economizar o espaço de armazenamento, aumentar a segurança da informação importante e facilitar o envio de documentos. Um excelente exemplo disto é o uso de um software de faturação como o InvoiceXpress que permite a emissão e envio de faturas sem qualquer uso de papel.

No entanto, mesmo apesar dos esforços de redução, pode nem sempre ser possível evitar a produção de lixo. Por isso, é igualmente importante disponibilizar recipientes para reciclagem que devem estar posicionados em locais estratégicos como, por exemplo, colocar a reciclagem de papel ao lado da impressora. Assim, poderá ajudar a que os seus colaboradores coloquem o lixo no sítio certo.

5. Promover viagens de negócio sustentáveis

Os meios de transporte são uma grande fonte de poluição dada a sua emissão de gases de efeito de estufa. Por isso, as viagens de negócios também devem ser repensadas, começando por avaliar a necessidade das mesmas e, sempre que possível, optar por reuniões à distância através de plataformas como o Zoom.

No entanto, sempre que uma destas viagens seja indispensável, procure privilegiar meios de transporte mais sustentáveis como o comboio. Poderá também optar por ficar alojado em hotéis com práticas sustentáveis e próximos da zona de interesse para que se possa deslocar a pé.

6. Repensar os veículos empresariais

Da mesma forma que é preciso repensar os meios de transporte utilizados nas viagens de negócio, também é importante repensar o impacto ambiental da frota empresarial. Opte por automóveis elétricos, híbridos ou, pelo menos, com menores consumos de combustível.

Já no que toca ao transporte de mercadorias, experimente partilhar este serviço com outras empresas. Para além de ser uma prática sustentável a nível ambiental, também poderá ajudar a reduzir custos de transporte.

7. Promover um uso eficiente de energia

Para além de ser uma prática amiga do ambiente, um uso eficiente de energia também irá permitir a redução do valor da sua fatura da eletricidade. Muitas destas medidas passam por um melhor aproveitamento da luz natural e controlo térmico. Alguns exemplos são:

  • Posicionar as secretárias junto de janelas;

  • Desligar da ficha os computadores, impressoras, fotocopiadoras e outras máquinas no final do dia de trabalho;

  • Instalar luzes com sensores em espaços de uso temporário como os corredores ou as casas de banho;

  • Evitar o uso de sistemas de climatização como aquecedores e ar condicionado, tirando partido de um uso estratégico das janelas;

  • Instalar portas automáticas para reduzir as trocas de calor que acontecem quando as portas de espaços climatizados ficam abertas;

  • Isolar janelas e portas;

  • Usar lâmpadas LED.

Certificações ecológicas a que o seu negócio se poderá candidatar

Existem diferentes certificações ecológicas a que se poderá candidatar para que possa assegurar ao mercado e a todos os seus consumidores que o seu negócio implementa medidas que visam proteger o ambiente. As certificações ecológicas mais conhecidas são:

  • Sistema Comunitário de Ecogestão e Auditoria (EMAS): criada pela Comissão Europeia, esta certificação é dirigida a qualquer tipo de organização que queira melhorar o seu desempenho ambiental. Esta melhoria é feita através da implementação de sistemas de gestão ambiental e disponibilizando toda e qualquer informação relevante ao público e outras entidades. Saiba aqui como pode pedir este certificado;

  • Rótulo Ecológico da União Europeia (REUE): esta certificação é atribuída a produtos ou serviços com impacto ambiental reduzido ao longo de todo o seu ciclo de vida, desde a extração da matéria-prima, à produção, distribuição e descarte. Ela visa promover uma economia circular ao incentivar as empresas a gerar menos resíduos, menos emissões de dióxido de carbono e também encoraja o desenvolvimento de produtos com maior durabilidade e maior facilidade de reparação e reciclagem. Saiba aqui como pedir este certificado;

  • Certificação de Sistemas de Gestão Ambiental ISO 14001: esta é uma norma internacional que pretende certificar empresas com uma gestão ambiental eficaz. Assim, o objetivo desta norma é apoiar as empresas no cumprimento da legislação ambiental para que possam prevenir a poluição resultante da sua atividade e, consequentemente, proteger o ambiente. Esta norma também assegura um uso racional de energia e outros recursos que resultarão numa redução de custos ao longo do tempo. Esta certificação deve ser pedida a uma empresa externa que irá fazer uma auditoria para verificar o sistema ambiental da empresa.



Não é preciso um grande orçamento nem grandes mudanças para adotar práticas mais sustentáveis no dia a dia no seu negócio. Aliás, muitas das dicas partilhadas neste artigo até o ajudarão a poupar, já que passam a utilizar os recursos de forma mais eficiente.

Adotar estas medidas poderá fazer com que consiga obter alguma das certificações ambientais referidas, o que irá provar o seu compromisso com o ambiente junto dos seus consumidores. E, como vimos no início deste artigo, os negócios com práticas sustentáveis têm uma clara vantagem aos olhos do público.

Por isso, assumir a sustentabilidade e incorporá-la na cultura da sua empresa é uma forma, não só de proteger o ambiente, como também de fortalecer a posição e imagem da sua empresa no mercado.

Experimente já o InvoiceXpress durante 30 dias grátis, e veja como o nosso programa de faturação online certificado o pode ajudar a deixar de emitir faturas em papel, e a enviar digitalmente, em segundos e sem complicações, as suas faturas para os seus clientes.


Beatriz Abreu Peixoto

A Beatriz ajuda empresas e pequenos negócios através da criação de conteúdo escrito informativo e otimizado para os motores de busca. Quando não está a escrever, adora passar tempo com a sua filha de quatro patas, a Phoebe.

blog comments powered by Disqus



Fale connosco!

Somos uma equipa dedicada a responder a todas as suas questões de forma rápida e eficaz.

Acreditamos que o suporte é a nossa melhor funcionalidade.

Ponha-nos à prova!