Efeito Pigmalião: técnicas para transformar e motivar colaboradores


Nem todos nascemos com a capacidade inata de ser um líder excepcional, empático e motivador. No entanto, podemos treinar algumas técnicas para melhorar. Conheça e controle o efeito Pigmalião.

O efeito Pigmalião

A motivação dos colaboradores sempre foi uma das principais preocupações dos empresários.
Neste artigo, vamos falar do efeito Pigmalião, um efeito que tanto pode ser tóxico como benéfico na motivação e no espírito da sua empresa.

Seja em que contexto for, as pessoas tecem sempre juízos de valor acerca dos demais. No contexto profissional, é natural que se formem opiniões acerca das capacidades de colegas, equipas e hierarquias.

Ora, essas opiniões e impressões tanto podem ser positivas como negativas.
Por norma, sempre que uma chefia formula uma opinião negativa e acredita que um subordinado não tem potencial, esse colaborador acaba por corresponder e por ter um mau desempenho.

Quando acontece o oposto, isto é, quando a chefia acredita que um subordinado possui um grande potencial, o colaborador irá igualmente ao encontro das expectativas, neste caso positivas, revelando bons resultados e um bom desempenho.

Expectativas moldam comportamentos

É tudo uma questão de comportamentos conscientes ou inconscientes sob influência das expectativas criadas pelas pessoas. A chefia que crê no potencial do colaborador vai dar-lhe mais atenção e acompanhá-lo de perto, numa perspectiva próxima do coaching. Isso envolve maior comunicação entre eles e feedback por parte da chefia; no fundo, acaba por haver um cuidado especial para garantir que o desenvolvimento do colaborador vai de encontro ao que esperava.

Já a chefia que desvaloriza o colaborador acaba por mostrar comportamentos que castram quaisquer hipóteses de crescimento e bom desempenho do colaborador. Por exemplo, é comum nestes casos, a chefia mostrar-se indiferente, diminuindo a comunicação e o feedback.
Conclusão? A auto-confiança do colaborador fica fragilizada e a desmotivação barra as possibilidades do seu desenvolvimento.

Resumindo, as expectativas que são criadas influenciam os comportamentos da chefia, e acabam por se tornar realidade, como é comprovado numa experiência realizada no exército.

Esta é a essência do efeito Pigmalião - também conhecido como efeito Rosenthal - um fenómeno que surge nos relacionamentos pessoais, em que expectativas elevadas conduzem a um melhor desempenho das pessoas.

O efeito Pigmalião ficou assim conhecido devido ao mito grego acerca do escultor com o mesmo nome. Ao considerar que nenhuma mulher igualava os seus ideais, Pigmalião decidiu esculpir a estátua da mulher perfeita. Pigmalião acabou por se apaixonar pela sua criação. Mais tarde, Afrodite, comovida com a beleza da obra, dá-lhe vida e o desejo de Pigmalião, em ter a mulher ideal, realiza-se.

Cuidado com o que se espera

A natureza deste fenómeno remete-o para a categoria das profecias auto-realizáveis, na área da Psicologia. Muito sucintamente, a teoria explica que quando concebemos uma profecia - ou melhor - quando existe uma crença e acreditamos que uma situação vai ocorrer, essa profecia/crença influencia directa ou indirectamente causas que a tornam realidade. A profecia acaba por acontecer.
Não admira que muita gente se mostre bastante céptica nestas matérias.

Pois bem, deixamos aqui uma advertência a todos os empresários:
Ignorar o poder do efeito Pigmalião em liderança é desperdiçar uma ferramenta preciosa na gestão de pessoas.

Inspire e transforme os seus colaboradores

De seguida, deixamos-lhe algumas técnicas para tirar proveito do efeito Pigmalião e conseguir um ambiente organizacional favorável ao crescimento dos colaboradores.

  1. Aplique alguns métodos de mentoring na relação com o colaborador. Numa primeira fase, analise os processos de trabalho e de aprendizagem do colaborador. Depois, peça-lhe que explique a sua forma de se organizar e de trabalhar. Assim, conseguirá perceber a sua forma de ver as coisas e as suas capacidades de crescimento, e com isso adaptar a passagem de tarefas e de outros desafios.

  2. Invista mais no feedback. Bons líderes dão feedback personalizado e detalhado com base do desempenho do colaborador. Por isso, não se fique pela palmadinha nas costas, vá além do habitual “bom trabalho” e comente positivamente os pontos fortes na tarefa do colaborador.

  3. Fale positivamente acerca do colaborador na empresa. Ao transmitir mensagens positivas a outros colegas (sobretudo seniores), está a fomentar expectativas elevadas para o colaborador. Portanto, fale do potencial do colaborador e aguarde que a expectativas actuem na sua motivação.

  4. Crie um ambiente de abertura, proximidade e inspiração. Seja um exemplo para o colaborador e inspire-o a melhorar sempre. A comunicação é crucial neste ponto para incutir confiança nas aptidões do colaborador.

  5. Elimine as ideias pré-concebidas da sua cabeça. As pessoas são todas diferentes e todas podem aprender, crescer e ser melhores. Logo, os preconceitos são o primeiro passo para um efeito inverso ao pretendido. Fuja da postura inflexível, pois todos os colaboradores têm potencial de crescimento, basta que se criem as condições favoráveis para tal.

Liderar é servir os outros

Agora que conhece o efeito Pigmalião, vai prestar mais atenção a certos detalhes que o ajudarão a controlar melhor situações potencialmente desmotivantes na sua empresa.

Ser um líder que está presente, acima de tudo para ajudar e servir a sua equipa, define justamente o estilo da “liderança servidora”. E o efeito Pigmalião é uma ferramenta poderosa nesse estilo, pois permite-lhe guiar os seus colaboradores e motivá-los a crescer, e consequentemente atingir um melhor desempenho profissional.
A empresa é feita de pessoas. Se todas crescerem, a empresa cresce com elas.

Já conhecia o efeito Pigmalião e a importância das expectativas?
Deixe o seu comentário: queremos saber qual é o seu estilo de liderança e as técnicas que usa para “servir” a sua empresa.


Ivo Anjos

Ivo Anjos é licenciado em Comunicação Empresarial com um percurso vincado em Marketing. Os seus interesses dividem-se entre o digital, o desporto e o sofá.

blog comments powered by Disqus




Ainda tem dúvidas?

Somos uma equipa dedicada a responder a todas as suas questões de forma rápida e eficaz.

Acreditamos que o suporte é a nossa melhor funcionalidade.

Ponha-nos à prova!