7 estratégias de branding para PME


Branding é uma estratégia de gestão de marca fundamental, pois determina a imagem que a empresa passa para o público. Descubra o que é branding e como usar a seu favor, na sua PME.

Construir uma marca de sucesso, que transcenda o tempo e prospere, requer um plano estratégico amplo. Isso significa criar uma identidade forte e diferenciada, que seja facilmente reconhecida e lembrada pelos consumidores.

Enquanto que o marketing consiste em vender a curto prazo, o branding investe em relações duradouras e de sucesso. Saiba mais sobre este tema.

O que é o branding?

O branding é uma estratégia de gestão da marca e diz respeito ao conjunto de ações tomadas, que envolvem o posicionamento, propósito e valores de um negócio. Está intimamente ligado aos sentimentos e sensações despertados nos clientes e tem como objetivo criar conexões conscientes ou inconscientes, que serão decisivas no momento da compra.

Da criação do logótipo e identidade visual ao tom de voz, discurso, valores da empresa, entre outras variáveis, o branding ajuda a construir a personalidade da marca, na mente do consumidor. No fundo, este conceito diz respeito à forma como uma marca impacta a sua audiência, através de uma presença forte, marcante e mais facilmente reconhecida, desejada e admirada.

O branding trabalha com a conceção de que uma marca é o conjunto de memórias, histórias e expectativas, destinadas a potenciar as vendas e responsáveis por fazer o consumidor escolher uma empresa em detrimento da outra.

É o modo como a marca é comunicada, deixando claro os motivos pelos quais deve ser a única tida como a solução que procura. A sua correlação com táticas de marketing está presente desde a criação da marca e acompanha a sua evolução e desenvolvimento, ao longo do tempo, naquele que é um processo contínuo.

Branding não é o mesmo que posicionamento da marca

Na verdade, o posicionamento da marca é uma estratégia de branding, que procura ocupar um lugar de destaque na mente do público-alvo. Quanto mais bem-sucedida for na aquisição deste espaço, maior o lucro e capacidade de subsistência. O posicionamento pode ser feito em relação ao produto ou à marca, e é sempre realizado tendo em conta os concorrentes.

No branding, a marca está focada em diferenciar a empresa por meio de elementos específicos, como logótipo exclusivo, slogan chamativo e campanhas publicitárias.

O posicionamento pressupõe uma disrupção e entendimento do que os consumidores precisam ou querem, fazendo a comunicação do produto, serviço ou marca como relevante para o cenário atual.

Será que uma PME precisa mesmo de branding?

Se esta é, verdadeiramente, uma questão que paira na sua cabeça, lembre-se de que as grandes marcas de hoje já foram pequenas um dia. Portanto, seja para grandes, médias, pequenas ou microempresas, o branding deixou de ser uma opção e tornou-se um dos principais elementos para que uma marca se mantenha competitiva no mercado.

Investir no branding de uma empresa, é investir no futuro de um negócio. Por isso, trazemos-lhe 5 motivos para apostar em estratégias de branding, na sua PME:

  1. Posicionamento e facilitação da tomada de decisão

Na realidade atual, vivemos num cenário de escassez de tempo e excesso de informação. Especialmente, ao nível de hábitos de consumo, estes fatores podem tornar-se assoberbantes para os consumidores. Com a variedade de empresas, produtos e serviços, as opções começam a parecer semelhantes para o público, que fica com dificuldade em escolher o que realmente quer.

O branding facilita a decisão, ao organizar mentalmente as marcas, de acordo com a sua área de atuação. É aqui que surge o conceito de posicionamento, que diz respeito ao lugar que a empresa quer ocupar no coração e na mente do seu público-alvo. Qualquer negócio quer estar no topo do seu segmento de mercado, de forma a tornar a decisão mais clara e rápida para o consumidor.

  1. Fidelização e desenvolvimento de conexões reais com o público

Uma marca bem construída e consolidada consegue estabelecer laços afetivos mais fortes do que uma mera relação comercial. Como os clientes veem o seu negócio, em última instância, traduz-se em fidelização de clientes e vendas. 

Mais do que nunca, as pessoas procuram uma empresa que tenha as mesmas ideias e valores que os seus, e não apenas o produto ou serviço de que necessitam. Há um certo prazer envolvido na compra dos produtos de determinada marca, que represente aquilo que admira. Por isso, não adianta apelar, apenas, aos benefícios do produto e da empresa. 

Alguém comprometido com a sustentabilidade, gosta de mostrar que compra de empresas responsáveis e preocupadas com o ambiente. Outra pessoa, que goste de exclusividade, vai querer comprar de empresas autênticas.

  1. Produtividade e melhoria do trabalho de equipa e cooperação

O branding não é bom apenas para clientes e potenciais clientes, mas também para melhorar a comunicação entre a empresa e os colaboradores.

Uma marca bem construída consegue, mais facilmente, transmitir a sua missão, valores e objetivos aos parceiros, funcionários e outros profissionais que colaborem com a sua PME. E isso é essencial para que todos estejam direcionados no mesmo sentido. Uma equipa que caminha com o mesmo foco é uma equipa motivada e orientada para melhorar os resultados.

Ser claro na mensagem, atrai os profissionais certos. Não só aqueles que se identificam com os seus ideais, como, possivelmente, talentos que queiram fazer parte de uma empresa que veem como sendo valiosa.

  1. Potencialização das estratégias de marketing

É essencial proporcionar uma boa experiência ao cliente, em todos os pontos de contacto, por isso, as ações de marketing devem seguir as orientações dadas pelo branding. Isso inclui as publicações nas redes sociais, linguagem dos artigos de blog, cores e designs utilizados em materiais publicitários, entre outros.

O branding é, então, um importante alicerce das estratégias de marketing, porque é o que dita a direção a seguir, o que comunicar e de que forma.

  1. Reputação e aumento da faturação

Apesar de o branding não ser, propriamente, uma estratégia de vendas, a construção da marca e a perceção da imagem, tida pelo consumidor, geram resultados nas vendas, a médio-longo prazo. Ao construir uma reputação positiva no mercado e conquistar o seu espaço na mente do consumidor, torna-se objeto de desejo, atraindo clientes e aumentando a faturação.

Um branding eficiente tem resultados diretos nas vendas, porque o consumidor tende a valorizar e pagar mais por produtos que tenham uma identidade visual e comunicação bem trabalhadas e alinhadas com a proposta de valor da empresa.

Aumentando a faturação, passa a necessitar de uma plataforma que acompanhe o seu crescimento e lhe permita ter uma imagem cuidada, a par da sua estratégia de branding. Com o InvoiceXpress, programa de faturação certificado, pode, por exemplo, imprimir a sua marca nas faturas, personalizar as mensagens de email que a acompanham e colocar uma mensagem de agradecimento no rodapé dos seus documentos.

As 7 melhores estratégias de branding para PME

1. Criar uma identidade visual forte

São as representações visuais que ajudam a criar uma identidade na mente do consumidor. Quanto mais alinhada for, mais rápida será a associação mental.

  • Logótipo 

É o símbolo da marca, que dá suporte a toda a identidade e que será usado na maior parte dos documentos, impressos ou digitais. 

  • Manual da marca

Deve conter as cores e respetivos códigos, fontes utilizadas, regras de utilização em diferentes tipos de formatos, entre outras características que considere importantes. Serve para não desvirtuar a marca. 

  • Cores, tipografia e estilo

A harmonização visual é importante para o fácil reconhecimento da marca. Com recurso à psicologia das cores, saiba como transmitir determinadas sensações e criar associações positivas, através de uma seleção criteriosa das cores. Da mesma forma, os tipos de letra devem estar alinhados com a personalidade da marca.

Relativamente ao estilo, assim como utilizamos um tipo de ilustrações muito específicas, aqui no blog do InvoiceXpress, cada marca deve procurar um estilo próprio de comunicação visual. Seja através do mesmo estilo de gráficos e imagens, seja pelo tipo de fotos que utiliza nas redes sociais e panfletos.

2. Definir o público-alvo

Apesar de estar em segundo, nesta lista, este é o primeiro passo para um branding assertivo. Não serve de muito ter uma estratégia, se não souber quem é o público ideal que quer atrair para o seu negócio.

Defina o perfil do comprador e crie uma narrativa sobre ele, abordando todas as suas características pessoais e preferências, tais como, onde fazem compras, o que escolhem para se entreter e quais os canais sociais que mais utilizam.

3. Construir um slogan forte

O slogan é uma das ações que contribuem para enaltecer o valor de uma marca. Se pensar em marcas como a Nike, a McDonalds, Azeite Galo, Pescanova, etc., com certeza que o slogan quase lhe sai cantado. 

O slogan é uma frase curta e facilmente memorável, que pode acompanhar a marca ao longo do tempo, adequar-se ao posicionamento estratégico ou ser utilizado como assinatura de determinadas campanhas.

Este deve ser verdadeiro e entregar o que promete, espelhar a personalidade da marca, incentivar ao consumo e associar os benefícios que o negócio presta. 

4. Definir o tom de voz

Como é a linguagem da marca? Descontraída, formal, especializada? Para a construção desta identidade forte e coesa da marca, é necessário adequar a comunicação ao público.

Depois de descobrir o que melhor funciona com a sua audiência, o tom de voz adotado deve ecoar em todas as frentes da sua marca. Das redes sociais ao site, anúncios, flyers e até nas lojas físicas, a consistência trará resultados inigualáveis.

5. Escolher os pontos de venda

Os pontos de venda dizem respeito aos locais onde o cliente tem contacto com os produtos e serviços da empresa. Tanto pode ser um espaço físico, como virtual. 

Procure os canais onde o seu público-alvo está mais presente, garanta um ambiente que atenda à sua identidade visual, que reforce o seu posicionamento e favoreça os objetivos delineados. 

Lembre-se de que não tem que estar presente em todos os canais, mas apenas naqueles que têm viabilidade estratégica para fazer crescer o seu negócio

6. Marketing de conteúdo

De todas as estratégias que enriquecem o branding, o marketing de conteúdo é um dos mais efetivos a envolver o público e a construir uma imagem positiva em torno da marca.

O marketing de conteúdo pode ser usado para reforçar os seus valores, educar o cliente, demonstrar ações sociais, ambientais e institucionais em que tenha participado, e nutrir o potencial cliente, através de e-books, webinars, entre outros.

7. Delinear a estratégia online

Depois de desenvolver os passos anteriores, tem a base para construir um plano de marketing digital acionável. Crie um calendário de ações, planeie com antecedência e avance de forma consistente e escalável, tendo sempre em conta os recursos disponíveis e as necessidades do seu negócio.

Aos poucos, a sua empresa desenvolverá uma presença digital relevante.

  • Analise e otimize as páginas do seu site, prestando especial atenção à rapidez, navegabilidade, usabilidade e capacidade de adaptação a dispositivos móveis.

  • Dedique-se a melhorar a posição de uma página nos motores de pesquisa (SEO), com base nas palavras-chave mais relevantes para o seu negócio. 

  • Aprimore os perfis das redes sociais e alinhe com a sua identidade visual. Não se esqueça de interagir com os seus seguidores. 

  • Desenvolva uma sequência de e-mails e relacione-se com os clientes

 

Concluímos, então, que o branding é a arte de bem gerir uma marca, que deve ser prioritária nas PME, pois é a partir das táticas, que lhe são adjacentes, que nasce o reconhecimento do público.

Assim sendo, agora que já conhece as estratégias de branding mais importantes para que seu negócio cresça, invista na criatividade, dedicação e muito conhecimento.


Magda Santos

Entusiasta do Marketing Digital e apaixonada pela escrita, por livros e viagens. A Magda espera um dia dar a volta ao mundo com a sua filha.

blog comments powered by Disqus




Fale connosco!

Somos uma equipa dedicada a responder a todas as suas questões de forma rápida e eficaz.

Acreditamos que o suporte é a nossa melhor funcionalidade.

Ponha-nos à prova!